Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Tarso: sistema disciplinar.

Rio – O ministro da Justiça, Tarso Genro, defendeu ontem a criação de presídios especiais no Brasil exclusivos para jovens de 18 a 23 anos. Segundo o ministro, o objetivo destas carceragens especiais seria tentar recuperar jovens que cometeram algum delito, separando-os de criminosos mais perigosos. ?Estamos pensando em um sistema carcerário disciplinar para uma faixa da sociedade de 18 a 23 anos, para que a recuperação seja mais facilitada e não haja contaminação da criminalidade mais consolidada?, disse Genro.

Tarso Genro pretende discutir essa proposta no governo e convocar especialistas para debater o tema. O ministro acredita que a criação desses presídios para jovens não precisa de mudança na lei. ?Não é necessária uma emenda constitucional, não precisa mudar a lei… pode ser uma medida administrativa?.

O presidente da Organização dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro (OAB-RJ), Wadih Damous, presente ao evento, apoiou a proposta do ministro da Justiça. ?Vejo com bons olhos. O importante é tratar os jovens que ainda podem ter uma perspectiva de vida e que estão misturados a criminosos de alta periculosidade.?