Suzane von Richthofen deixou a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, na quinta-feira (11) para a saída temporária de Dia dos Pais. As informações são do G1. Condenada a 39 anos de prisão por matar os pais, Suzane cumpre pena em regime semiaberto, o que permite cinco saídas temporárias por ano. Na última vez que deixou a prisão temporariamente, no Dia das Mães, Suzane forneceu um endereço errado à Justiça. Ela voltou para a detenção antes do prazo, ficou na solitária e correu o risco de perder o benefício. Mas, a Justiça autorizou a nova saída e ela só deve retornar a Tremembé na próxima terça-feira (16).

O crime

Suzane, seu ex-namorado Daniel Cravinhos e o irmão dele, Christian, foram condenados pelos assassinatos de Manfred e Marísia von Richthofen, ocorridos em 2002. Os irmãos Cravinhos estão no regime semiaberto desde 2013.

Há um ano, a Justiça de São Paulo determinou que a herança da família Von Richthofen seja entregue apenas ao irmão de Suzane, Andreas Albert von Richthofen. Na sentença, o juiz determinou que ela deveria ser excluída da partilha dos bens por considerá-la “indigna”. A herança é calculada em mais de R$ 3 milhões.

Há um ano, Suzane se casou com Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos pelo sequestro e morte de um adolescente em Mogi das Cruzes (SP).