Os dez ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) retomam amanhã o julgamento da admissibilidade da denúncia do procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, contra 40 envolvidos no esquema do mensalão. As sessões, que estavam previstas para terminar sexta-feira, foram prorrogadas e devem ser encerradas terça.

Após três dias de julgamento, o STF já admitiu 5 crimes cometidos no episódio do mensalão: lavagem de dinheiro, corrupção ativa, peculato, gestão fraudulenta e corrupção passiva. Dos 40 indiciados pelo procurador-geral, 19 tiveram denúncias aceitas e se tornarão réu no processo.