A prefeitura de Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, confirmou às 12h30 a morte de 48 pessoas devido aos deslizamentos de terra provocados pela chuva desde a noite de ontem. O prefeito Jorge Mário Sedlacek decretou estado de calamidade pública e informou que equipes ainda buscam sobreviventes em diversas áreas do município. Ele estima que o número de desabrigados já passa de 1 mil. “É a maior catástrofe da história do município”, afirmou em entrevista ao telejornal RJTV, da TV Globo.

Equipes de secretarias do governo do Estado foram enviadas a Teresópolis e outros municípios atingidos pelos temporais. Oito pessoas morreram em Nova Friburgo e um casal de idosos em Petrópolis. O vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, está se dirigindo a Teresópolis para avaliar a situação nos locais atingidos.