A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro confirmou mais uma morte por dengue na manhã desta terça-feira (22). A vítima tinha 46 anos e morava em Piedade, na zona norte. Com isso, sobe para 55 o número de mortes causadas pela doença este ano na capital fluminense.

Foram registrados quase 57 mil casos em toda a cidade desde o início de 2008. No estado, foram confirmados mais de 93 mil ocorrências pela Secretaria Estadual de Saúde.

Na manhã desta terça-feira, 20 agentes de saúde fizeram uma inspeção no prédio da antiga revista Manchete, no Bairro Parada de Lucas, zona norte da capital. Segundo o coordenador de Controle de Vetores da prefeitura, Mauro Blanco, muitos focos do mosquito transmissor da dengue foram encontrados no edifício, que está abandonado há mais de sete anos.

"Nós estamos tentando encontrar o responsável por essa massa falida. Encontramos vários criadouros em caneletas e ralos, que estavam acumulando água, além de uma quantidade muito grande de mosquitos adultos. Estamos tentando fazer um pente fino nesses prédios, que são muito grandes".

Na quarta-feira (23), a Defesa Civil do município do Rio e a União dos Escoteiros do Brasil da região irão promover uma campanha contra a dengue em oito bairros da cidade. Cerca de 800 escoteiros vão orientar os moradores a tomarem medidas contra a proliferação do mosquito transmissor da doença, o Aedes Aegypti.