Balanço divulgado hoje pela Defesa Civil de Santa Catarina revela que aumentou o número de feridos por conta dos vendavais que atingiram o Estado na madrugada de ontem. Foram registrados 138 feridos, com a morte de quatro pessoas, em 46 municípios catarinenses atingidos pelas fortes chuvas e ventos registrados na madrugada.

Do total de feridos, mais de 40 estão hospitalizados e 70% das residências foram danificadas pelo provável tornado que se abateu sobre a região. Seis municípios já decretaram situação de emergência: Santa Terezinha do Progresso, São Domingos, Vargeão, Vargem Bonita, Dionísio Cerqueira e Ipuaçu. No Oeste do estado, o município de Caçador comunicou o destelhamento de 230 residências, enquanto Abelardo Luz sofreu com a forte chuva de granizo que provocou prejuízos em pelo menos 2.012 edificações.

O município de São Domingos estava sem comunicação, enquanto a localidade de Campina da Alegria, no município de Vargem Bonita, sofre com a falta de água e energia elétrica, verificando o destelhamento de 206 edificações. O município de Ipuaçu estava sem energia e com registros de destelhamento de casas e queda de árvores.

O município de Coronel Martins estava sem comunicação e energia elétrica, com destelhamento e queda de árvores. Monte Castelo informou aos técnicos da Defesa Civil Estadual a existência de cerca de 106 edificações atingidas, com pelos menos dois feridos, sendo uma vítima de enfarte e 40 desalojados.

Penha, na foz do rio Itajaí-Açu estava sem água e sem eletricidade, além de contar com 411 edificações atingidas pelo vendaval. Em Blumenau, no Vale do Itajaí, foram verificados destelhamentos, quedas de árvores e o desabamento de um galpão da empresa Auto Viação Catarinense.