O Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal protocolou na quarta-feira (17) no Supremo Tribunal Federal (STF) mandado de segurança contra a nomeação do ex-diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Paulo Lacerda para o cargo de adido policial em Portugal. De acordo com o sindicato, a nomeação feriu vários princípios que regem o exercício do serviço público. A instituição pretende mostrar aos ministros do STF que não houve impessoalidade na conduta do presidente Lula ao fazer a escolha.