Porto Velho – O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) retomou 500 lotes que foram vendidos pelos assentados em Rondônia. As famílias que receberão a terra já estão cadastradas. “Essa campanha deve se estender até 2006. Agora temos um controle nacional para impedir que o trabalhador rural contemplado com um lote se cadastre novamente”, disse o superintendente do órgão no estado, Olavo Nienow, de 53 anos. De acordo com Nienow, quase todos os terrenos retomados pelo Incra haviam sido vendidos para comerciantes e funcionários públicos. Os primeiros 500 lotes a serem redistribuídos estão localizados em vários dos 137 assentamentos. “O título de domínio em áreas destinadas à reforma agrária é inegociável”, diz Nienow.