A Secretaria da Educação do Estado informou na noite de quarta-feira, 13, que os procedimentos de segurança nas 5,3 mil escolas da rede, a maior do País, serão revisados. Está em estudo um projeto para reforço à segurança nas unidades mais vulneráveis.

As aulas em todas as escolas públicas estaduais e municipais de Suzano estão suspensas até esta sexta-feira, 15. Na segunda, 18, a escola será reaberta apenas para professores e funcionários. Serão desenvolvidas atividades de acolhimento, preparação e apoio psicológico. O colégio onde houve o massacre será reformado.