Os quatro principais candidatos à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT); Ciro Gomes (Frente Trabalhista); José Serra (PSDB) e Anthony Garotinho (PSB) concordaram hoje, durante a abertura do debate promovido pela Rede Record de Televisão, que parte dos problemas enfrentados na área de segurança pública tem de ser combatida com o ataque ao desemprego. ‘É preciso fazer uma barragem para evitar que os adolescentes caiam no crime?, disse Lula. ?Isso seria feito com mais emprego e mais investimentos em cultura, educação e lazer.?

O candidato da Grande Aliança, José Serra, disse que, se eleito, pretende até mudar a Constituição para que o governo possa entrar com posição ofensiva contra o crime. Serra disse que seu programa prevê a criação do Ministério da Segurança Pública, que terá a função de coordenar as ações junto aos governos estaduais.

Luiz Inácio Lula da Silva, da Coligação Lula Presidente, defende a criação de uma Secretaria específica para coordenar as políticas de segurança com os governadores. Lula diz que é preciso também equipar melhor a polícia.

Ciro Gomes, da Frente Trabalhista, acredita que é o desemprego que empurra os jovens para a violência. Ele diz que é preciso ter coragem para enfrentar o crime organizado. E para isso promete multiplicar o efetivo da Polícia Federal. Anthony Garotinho, da Frente Brasil Esperança, acha que a principal medida para enfrentar o crime organizado é fechar as fronteiras para o contrabando de armas e drogas. Na avaliação do candidato, isso seria possível graças ao aprimoramento da Polícia Federal.