Um novo boletim divulgado pela Infraero no fim da tarde desta sexta-feira (27) confirmou a situação de tranqüilidade nos aeroportos brasileiros. De acordo com a estatal, até as 17h30, apenas 11,7% dos vôos programados para o País atrasaram mais de uma hora e 11 1% foram cancelados. Porém, até este horário, apenas 1,2% das operações permaneciam fora do horário. Dos 1.393 vôos previstos, 164 atrasaram, enquanto 155 foram suspensos.

O Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, contabilizou o maior número de cancelamentos, com 47 operações suspensas, o que representa 25,2% dos 186 vôos programados. Outros dois vôos atrasaram. Já o maior percentual de atrasos foi registrado no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, onde 19,8% das operações sofreram atrasos superiores a uma hora. Dos 161 vôos previstos, 32 atrasaram e cinco foram cancelados.