Brasília – Desenvolvimento regional e investimento em infra-estrutura são os principais pontos para a integração da América do Sul. A afirmação foi feita nesta quarta-feira (27) pelo secretário de Planejamento e Investimentos Estratégicos do Ministério da Planejamento, Afonso Oliveira Almeida, e pelo diretor do Departamento de Planejamento e Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional, Henrique Villa da Costa Ferreira, ao participar da 13ª Reunião do Conselho Regional de Planejamento, que tem como tema Economia e Território.

De acordo com Almeida, para que haja integração entre os países sul-americanos, é preciso primeiro investir em infra-estrutura dentro dos países da região. ?Já se tem acesso a outros países, mas, muitas vezes, as rodovias estão intransitáveis ou incompletas e, a partir do momento em que completamos essas rodovias e conseguimos a trafegabilidade, nós, com certeza, vamos conseguir nos aproximar uns dos outros países?, explicou.

Almeida ressaltou que o Brasil já tem iniciativas de ligação entre seus vizinhos: ?Hoje, no Plano Plurianaual, no Programa de Aceleração do Crescimento, temos várias obras de pontes como a de Itacutu [em Roraima, que fará a ligação entre o Brasil e a Guiana], ponte de Assis-Brasil, no estado do Acre, que é de integração com outros países?, disse.

Ferreira destacou, em entrevista após sua palestra, que a cooperação entre os países sul-americanos é fundamental para reduzir as desigualdades sociais e econômicas da região. Segundo ele, o Brasil pode ajudar muito nesse processo. ?Existe uma preocupação de que possamos expandir nosso processo de redução da desigualdade social na escala sul-americana e aí, a cooperação entre os países que estão na faixa de fronteira é fundamental?, afirmou Ferreira.

Ele disse ainda que a troca de informações e de experiências nesse processo é muito importante para buscar alternativas para o desenvolvimento desse processo.

A reunião, que será encerrada hoje no Ministério das Relações Exteriores, conta com a participação de representantes de vários países da América do Sul e do Caribe.