O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou nesta quinta-feira (24) que o sargento Laci Marinho de Araújo entrou ontem com um pedido de habeas-corpus na Corte.Ele está preso por deserção desde 4 de junho.

A prisão aconteceu depois de Araújo ter assumido em entrevista à revista Época um relacionamento homossexual de dez anos com o também sargento do Exército Fernando Alcântara de Figueiredo.