O grupo responsável pelo combate ao coronavírus no governo do estado de São Paulo afirmou, nesta terça-feira (17), que investiga quatro mortes suspeitas de coronavírus e além de uma já confirmada.

O secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann, e o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, David Uip, concedem entrevista neste momento sobre a primeira morte por coronavírus no Brasil.

No caso confirmado, era um homem de 62 anos com diabetes e hipertensão, na UTI desde o dia 14. Ele morreu nesta segunda (16).

Segundo o infectologista David Uip, os bancos de sangue estão quase zerados e pediu ajuda da população.