Os 6,3 mil quilômetros de rodovias concedidas à iniciativa privada no Estado de São Paulo tiveram 22,6% menos incêndios em suas margens durante o inverno deste ano em comparação com 2012. Foram registrados 1.582 focos de queimadas de junho a agosto, ante 2.045 em igual período do ano passado, segundo dados da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).

A agência atribui a queda à Operação Corta Fogo, realizada em conjunto com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil Estadual, com a participação das concessionárias.

Além da questão ambiental, as queimadas nas rodovias envolvem também a segurança. A fumaça prejudica a visibilidade dos motoristas, aumentando o risco de colisões traseiras, por isso uma campanha orientou o condutor sobre como proceder ao se deparar com uma ocorrência desse tipo.

Durante o inverno, nas rodovias concedidas, foram distribuídos 2 milhões de folders sobre o tema. O material mostrava que uma das principais causas das queimadas são as bitucas de cigarros arremessadas pela janela dos veículos.