O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal resgatou na manhã de hoje os corpos das irmãs que estavam desaparecidas desde a madrugada de sábado, após o naufrágio de uma lancha no lago Paranoá, em Brasília.

De acordo com os bombeiros, o corpo de Juliana Queiroz Lira, de 21 anos, foi resgatado por volta das 9 horas, a cerca de 50 metros da lancha e a 25 metros de profundidade. Já o corpo de Liliane Queiroz, de 18 anos, foi encontrado cerca de uma hora e meia depois, a cerca de 20 metros da embarcação e na mesma profundidade. Os dois corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).

As duas jovens estavam com outras nove pessoas na lancha, que tinha capacidade para seis passageiros. A embarcação naufragou, e ambas não sabiam nadar. A embarcação deve ser içada ainda hoje.