A Rede Globo de Televisão, principal emissora do país e que comanda as transmissões no futebol brasileiro, desistiu oficialmente de mostrar o Campeonato Paulista de 2003, que será disputado em apenas 12 datas. A direção da Globo comunicou a decisão à Federação Paulista de Futebol através de uma nota oficial datada de 22 de outubro.

Neste comunicado, a emissora abre mão dos direitos de preferência, em caráter de absoluta exclusividade, que detinha a partir do contrato assinado em 14 de janeiro de 2002. As partes já tinham uma antiga divergência: o horário dos jogos. A Globo sempre exigiu a exibição após a sua novela principal da noite, ou seja, a partir das 21h30 ou, às vezes, até mais tarde.

A FPF já tinha até baixado uma portaria proibindo que os jogos sejam iniciados após as 21h00, porque seria um horário considerado impróprio para os torcedores. O horário das transmissões da Globo estaria afugentando o público dos estádios, além de dificultar acordos com outros patrocinadores.

A partir da liberação da Globo, a direção da Federação Paulista fica livre para negociar com outras emissoras que tenham o interesse de transmitir o Campeonato Paulista da Série A-1 de 2003. Duas emissoras paulistas estariam de olho na chance de comprar os direitos com exclusividade: a Record e a Bandeirante. Os valores da possível transação, porém, não foram divulgados.