Brasília – A bancada do PSDB no Senado escolheu o senador eleito, Arthur Virgílio (AM), para líder da bancada do partido no Senado pelos próximos dois anos. O senador Romero Jucá (PSDB-RR), que também postulava o cargo, presidirá a comissão que for destinada ao partido, possivelmente a de Fiscalização e Controle.

Com discurso agressivo, Virgílio anunciou que seu papel será o de fazer oposição clara ao governo. “Ninguém vai ter dúvida de que esse partido vai dar o tom da oposição nesse Senado, na Câmara dos Deputados e no País.”Virgílio pediu que o governo sempre se dirija à liderança do PSDB quando for necessário e não procure diretamente os seus parlamentares. “Exigimos esse respeito”, afirmou o líder, dizendo que aos tucanos não interessa nenhum cargo no governo. “Tem um cargo que nos interessa nesse governo, o do Lula, e ele não pode nos dar.” Virgílio afirmou que o objetivo do PSDB é voltar ao governo em 2006. Até lá, ele diz que o PSDB exigirá a realização das reformas, denunciará os casos de corrupção e fiscalizará o que houver de errado. “Esperem de nós nenhum golpe abaixo da linha da cintura e todos os golpes legais.”