Em sua primeira viagem ao Brasil, o príncipe Harry, da Inglaterra, desembarca amanhã (9) no Rio sob o forte calor e um grande esquema de segurança. Embora seja uma visita oficial ao País para celebrar o Jubileu de Diamante em comemoração aos 60 anos do reinado de sua avó, a rainha Elizabeth II, a passagem de Harry na cidade conta com uma programação digna de turistas.

À noite, ele recebe um seleto grupo de convidados no Morro da Urca, na zona sul , onde fará o lançamento da campanha Great, para promover a Inglaterra às vésperas dos Jogos Olímpicos de 2012 e estreitar os laços entre Brasil e Reino Unido. Autoridades brasileiras e celebridades assistirão ao show da cantora Maria Gadú e a uma apresentação da escola de samba carioca União da Ilha, cujo enredo do carnaval deste ano, “De Londres ao Rio: Era uma vez uma… Ilha”, foi uma homenagem à cidade inglesa, sede dos jogos.

“Há dois anos a União vem explorando temas de origem britânica, e o material que mandamos ao consulado despertou o interesse do príncipe”, diz Ney Filardi, presidente da agremiação. Ritmistas, passistas e um casal de mestre-sala e porta-bandeira animarão o evento. E o samba-enredo será traduzido especialmente para o príncipe. Harry poderá então seguir os passos do pai, o príncipe Charles, que, em 1978, sambou com a passista Pinah, da beija-flor.

No sábado de manhã, Harry participará de uma corrida no Aterro do Flamengo ao lado de jovens e atletas, além do Secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, e participará de oficinas de vôlei de praia e de rugby, esporte que voltará a ser modalidade olímpica em 2016. O momento mais aguardado da visita real ocorre sábado à tarde, quando o príncipe irá a uma das favelas cariocas. Embora o consulado britânico não divulgue a informação por motivos de segurança, tudo indica que a comunidade visitada será mesmo o Complexo do Alemão, na zona norte, área ocupada pelo Exército desde novembro de 2010.

Todo o passeio será registrado por Renê Silva, jovem morador do Morro do Adeus, e sua equipe. “O consulado entrou em contato com a gente dizendo que era importante que a Voz da Comunidade estivesse representada nesse evento, e eles perguntaram se a gente tinha interesse em participar da cobertura”, afirmou. Silva ficou conhecido por twittar, em tempo real, a ocupação militar. No mesmo dia, Harry segue para São Paulo, onde permanece até domingo.

A embaixada não revela o local em que o Príncipe Harry, o terceiro na linha sucessória ao trono britânico, ficará hospedado durante sua passagem pelo Rio. Mas tudo está pronto para recebê-lo no Hotel Windsor, no Leme, zona sul da cidade, localizado a apenas 5 minutos do Pão de Açúcar. Amanhã de manhã chegarão ao hotel os ingredientes para os pratos que farão parte do cardápio especialmente preparado para a comitiva que o acompanha ao Brasil: lagostim, medalhão de vitela e mousse de cupuaçu.