A Polícia de São Paulo prendeu nesta quinta-feira (23) uma quadrilha acusada de fraudar documentos do Ministério do Trabalho para receber o seguro-desemprego. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública, foram detidos sete estelionatários. O bando, que veio de Goiás e estava há sete dias em São Paulo, foi descoberto por policiais da Vila Mariana, na zona sul paulistana.

Um fato que chamou a atenção dos agentes foi o de uma mulher, integrante da quadrilha, que possuía documentos com cinco nomes diferentes. Com o grupo, além dos documentos falsos, foi apreendido um aparelho laptop que continha, entre outras coisas, um programa completo de falsificação. Todos foram indiciados por formação de quadrilha, falsificação de documentos e falsidade ideológica. A ocorrência foi registrada no 36o. Distrito Policial de Vila Mariana.