A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu ontem 14 pessoas, suspeitas de integrarem uma quadrilha que usava explosivos para roubar agências bancárias no Estado. As prisões foram feitas durante a operação Storm, desencadeada com o objetivo de prender uma quadrilha de assalto a banco. Participaram da ação 120 agentes em 45 viaturas da Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos (DR) e do Departamento Estadual de Investigação Criminal (Deic).

Os agentes cumpriram 27 mandados de busca e apreensão, em cidades como Caxias do Sul, Bento Gonçalves, São Leopoldo, Farroupilha, Garibaldi, Canoas e em Passo de Torres, Santa Catarina.

A investigação sobre a atuação dos criminosos começou após um assalto a uma agência bancária em São Marcos, no dia 5 de setembro do ano passado. A quadrilha também é apontada como responsável por assaltos nos municípios de Sertão Santana, Nova Prata, Palmares do Sul e Paverama. Os bandidos usavam explosivos para explodir os caixas eletrônicos. Os presos também são responsáveis por outros 15 roubos em diversas em empresas, inclusive assaltos a pedágios.