enkontra.com
Fechar busca

Brasil

Presídio de Catanduvas terá 164 agentes federais

  • Por Redação O Estado Do Paraná


Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

Márcio Thomaz Bastos, da Justiça, na formatura dos agentes.

A primeira turma de agentes penitenciários federais do País se formou ontem e o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, anunciou que os novos agentes serão utilizados na segurança da primeira penitenciária federal do Brasil, em Cataduvas (PR), que será inaugurada em 15 dias. O grupo tem 144 homens e 20 mulheres.

A penitenciária de Catanduvas será a primeira das cinco unidades prisionais de segurança máxima que o governo federal construirá para receber presos de alta periculosidade, que comprometam a segurança de outros detentos ou que possam ser vítimas de atentados dentro dos presídios, além dos que se encontram em Regime Disciplinar Diferenciado (RDD).

As outras quatro serão localizadas em Campo Grande (MS), Mossoró (RN), Porto Velho (RO) e no estado do Espírito Santo. Cada presídio terá capacidade para 200 presos em celas individuais, e serão dotados de infra-estrutura e equipamentos de segurança inéditos no País, como aparelhos que identificam vestígios de drogas ou explosivos nas roupas de presos e visitantes.

A criação do sistema penitenciário federal muda o conceito de gestão prisional no Brasil e obedece a uma determinação da Lei de Execução Penal, de 1984. O objetivo é garantir um isolamento maior dos chefes do crime organizado e aliviar a tensão no sistema carcerário estadual. Estima-se que criminosos como Fernandinho Beira-Mar e Marcos Camacho, o Marcola, líder do PCC, sejam transferidos para Catanduvas.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas