Os presidentes das escolas de samba Rosas de Ouro e da Vila Maria estão depondo hoje na Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (Deatur), em São Paulo, sobre o tumulto ocorrido na terça-feira de carnaval, durante apuração.

Segundo a Secretaria de Segurança pública (SSP), os depoimentos começaram por volta da 11 horas, com a presidente da escola de samba Rosas de Ouro, Angelina Basílio. Logo depois, foi a vez do presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, Paulo Sérgio Ferreira, que também é presidente da Unidos de Vila Maria.

Tiago Tadeu Faria, de 29 anos, preso por rasgar as notas do carnaval 2012, durante apuração das notas no Sambódromo de Anhembi, foi liberado por volta das 15h30 da sexta-feira. Ele estava no Presídio de Tremembé, no interior do Estado, junto com Cauê Santos Ferreira, de 20, da Gaviões da Fiel. Os dois foram soltos após pagar fiança de R$ 12,5 mil.

A Polícia Civil indiciou ainda o diretor de carnaval da Camisa Verde e Branco, Alexandre Salomão. Ele responderá em liberdade por supressão de documentos e dano ao patrimônio público.