Ao menos 22 pessoas foram detidas hoje por fraudes contra o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Rio de Janeiro. Elas são acusadas de fraudar exames para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A ação acontece em todo o estado do Rio e tem como objetivo cumprir 42 mandados de prisão e 64 de busca e apreensão.

Segundo a Polícia, a Operação Contramão é realizada em conjunto com a Polícia civil, o Ministério Público e a Corregedoria Geral Unificada (CGU). Os criminosos cobravam de R$ 800 a R$ 2 mil para aprovarem os candidatos no exame de habilitação. Em média, 200 pessoas por mês se beneficiavam dos serviços dos fraudadores.