Dois dos principais palcos dos Jogos Pan-Americanos serão oferecidos à iniciativa privada a partir desta terça-feira (31), quando a prefeitura do Rio abre a licitação para a concessão, por 40 anos da Arena Multiuso, com lance mínimo de R$ 129,5 milhões, que pode ser dividido em 40 parcelas anuais de R$ 8,6 milhões.

Na quarta-feira (1º) será a vez do Estádio Olímpico Municipal João Havelange (Engenhão), cujo valor mínimo de aluguel mensal é de R$ 1.680,00 mais os custos de manutenção. Em ambos os casos, ganha a maior oferta.

Pelo menos quatro grandes grupos especializados em entretenimento estão no páreo pela Arena, onde se realizaram as competições de ginástica e basquete no Pan. Os franceses da GL Events, que já administra o Riocentro, a CIE Brasil, a Camargo Corrêa e a Accioly Empreendimentos e Entretenimento. Bancos e outras construtoras também concorrem por fora, segundo a Secretaria Municipal de Fazenda, autora dos dois editais de licitação.