A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse na quinta-feira (29) que o preço do arroz deve cair com a chegada da nova safra, em janeiro. A ministra participou de uma live do presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais e explicou as medidas que foram tomadas para conter o preço do produto durante a pandemia da covid-19.

LEIA TAMBÉM – Coca-Cola abre 1,4 mil vagas temporárias de trabalho. Há cargos no Paraná!

“No mundo houve um desequilíbrio em vários preços dos produtos das commodities. O arroz foi um desses. Nós passamos a comer mais arroz, o auxílio emergencial fez também o aumento dessa demanda. Nós, em setembro, tiramos o imposto de importação, ele parou de subir e hoje tem ligeira queda. Vamos ter nova sofra chegando em janeiro e os preços vão reduzir”, afirmou.

LEIA AINDA – Restituição da malha fina do Imposto de Renda 2020 é depositada nesta sexta

Para conter o aumento no preço do arroz, o Brasil autorizou a importação da Guiana e do Paraguai para equilibrar o mercado e, desde setembro, zerou o imposto de importação até 31 de dezembro.