Depois de dezenas de recordes, a movimentação de cargas caiu 41% no Porto de Santos em janeiro deste ano em relação ao mesmo mês de 2007. O montante diminuiu de 5.610.159 para 5.377.952 toneladas. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (14) pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), que em seu balanço mensal culpa a "fraca demanda de exportação" como a responsável pela queda. Enquanto as importações cresceram 24,1% em janeiro desse ano, as exportações caíram 19,1% na mesma comparação. A queda da movimentação do porto só não foi mais aguda dado o perfil exportador de Santos, com as 2.966.138 toneladas exportadas ainda representado 55,15% da movimentação de janeiro.

As principais contribuições para o aumento das importações foram as cargas de adubo (59,9%), carvão (43,9%) e trigo (28,5%), que, juntos, representaram 35% do total importado. Já as exportações caíram principalmente por causa da redução nos embarques de açúcar (-54,4%), sucos (-23,2%) e óleo combustível (-37,5%), responsáveis por 25% de participação nessa modalidade.

As operações com cargas em contêineres mantiveram a tendência de crescimento, apontando aumento de 11,4%, com 136.480 unidades descarregadas e embarcadas. A movimentação de veículos, nos dois fluxos, também cresceu. Foram importados 463 veículos, exportados 16.667, totalizando um incremento de 18,38% nessa carga. O Porto de Santos apresentou ainda um aumento de 8,4% no número de navios atracados no mês, com 480 embarcações.