Um jovem de 18 anos foi preso por suspeita de ter incendiado um ônibus na estrada do Gabiroba, na região do Jardim São Estêvão, em Carapicuíba (Grande São Paulo), na noite da última terça-feira.

O ajudante geral é apontado pela polícia como chefe da ação, que contou com a participação de ao menos outras sete pessoas. Ele foi detido na noite de quinta-feira, mas a informação só foi divulgada hoje.

O jovem foi levado ao 1º DP de Carapicuíba para averiguação. Durante sessão de reconhecimento, o motorista do coletivo incendiado identificou o suspeito como sendo autor do crime.

De acordo com a polícia, os bandidos não permitiram que o motorista abrisse a porta traseira dos veículos, dificultando a saída dos passageiros. Alguns deles, quebraram os vidros do veículo para escapar das chamas. Uma menina de 7 anos sofreu queimaduras de primeiro e segundo grau na perna enquanto tentava escapar. A mãe da menina apenas torceu o pé ao sair do ônibus.

A criança foi socorrida e levada ao pronto-socorro infantil da cidade.
O suspeito teve sua prisão temporária decretada e foi levado à Cadeia Pública de Carapicuíba.

Ataques a ônibus

Criminosos depredaram e tentaram incendiar um ônibus que estava estacionado no ponto final na rua José de Andrade Maciel, no Jardim Ester, na zona sul de São Paulo, na noite de ontem. Após a fuga dos criminosos, o motorista conseguiu apagar o fogo.

Anteontem, um ônibus foi incendiado por criminosos na região do Parque das Bandeiras, em São Vicente (74 km de São Paulo). Os criminosos estavam em uma moto e conseguiram fugir antes da chegada da polícia.