A Polícia Civil de Minas Gerais está investigando a passagem do goleiro do Flamengo Bruno Fernandes Souza por um motel em Contagem (MG) na mesma época em que Eliza Samudio teria desaparecido. Eliza sumiu no início do mês de junho e é considerada morta pela polícia. Ela tentava provar na Justiça que o goleiro é o pai do filho dela.

De acordo com a polícia, a recepcionista do estabelecimento contou que, na noite do dia 5, dois carros chegaram ao estabelecimento, cada um com três pessoas. O grupo, que tinha duas mulheres, teria alugado duas suítes. A polícia trabalha com a hipótese de que Eliza seria uma dessas mulheres. O grupo deixou o motel na tarde do outro dia e a camareira que foi fazer a limpeza no quarto encontrou uma fralda no sofá.