A Polícia Civil em Sorocaba (SP) ouviu nesta segunda-feira, 29, mais três crianças que podem ter sido abusadas sexualmente pelo dono de uma creche informal, no bairro do Éden. O homem, de 43 anos, está preso desde o dia 25, acusado de estuprar duas meninas de 4 e 6 anos respectivamente. A creche abrigava dez crianças com idade entre quatro e sete anos e tinha como responsável a mulher do suspeito.

De acordo com a Polícia Civil, a denúncia foi feita pela mãe da menina de quatro anos, após observar que a filha apresentava um ferimento na região vaginal. Ao ser indagada, ela contou que o “vovô da creche” a havia molestado.

Exame preliminar do Instituto Médico Legal (IML) constatou lesão compatível com abuso sexual. O laudo definitivo ainda não ficou pronto. O homem foi preso em Pilar do Sul e levado para a cadeia da cidade. Após a prisão, a mãe da menina de seis anos procurou a polícia para relatar que a filha também teria sido abusada. A delegada Ana Salomone, da Delegacia de Defesa da Mulher, decidiu ouvir todas as crianças que ficavam na creche. Nesta terça-feira, 29, ela vai tomar o depoimento da responsável, já que, segundo informação dada pelas crianças, ela teria presenciado os abusos.