A Polícia Federal, sob a coordenação da Delegacia de Polícia Fazendária da Superintendência Regional em Minas, deu início à Operação Cola, com o objetivo de combater as vendas pela internet de diplomas universitários falsos com reconhecimento pelo Ministério da Educação (MEC). Os diplomas seriam vendidos a um preço médio de R$ 1,8 mil cada, a diversos clientes, em todo o País.

Os policiais federais de Belo horizonte cumpriram cinco mandados de busca e apreensão nos endereços de clientes, nas cidades de Belo Horizonte, Itajubá, Mantena e Araponga, em Minas. As equipes estão recolhendo os diplomas falsos, documentos e computadores utilizados na falsificação e comercialização dos documentos falsos em endereços dos suspeitos.