Desarticulando o crime

Polícia faz operação contra PCC em dois Estados e DF

A Polícia Civil do Distrito Federal faz na manhã desta sexta-feira, 7, operação para desarticular um núcleo do Primeiro Comando da Capital (PCC) que atua em quatro presídios do entorno de Brasília, um em São Paulo e um no Ceará. Os agentes cumprem 17 mandados de prisão e fazem buscas em ao menos nove endereços suspeitos de guardar bens do grupo criminoso.

Após meses de investigação, a Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco) do DF descobriu que uma célula do PCC agia no entorno da capital federal, principalmente no controle do tráfico de drogas. Um dos objetivos da operação, intitulada Tabuleiro, é evitar a expansão e o controle do grupo sobre as unidades prisionais da região.

A “filial” do PCC em Brasília recebeu o nome de PLD (Paz, Liberdade e Direito). Segundo os investigadores, a unidade também estava sob às ordens de Marcos Willians Camacho, o Marcola, maior líder da facção no Brasil, que está preso na Penitenciária de Presidente Venceslau, em São Paulo.

A Polícia Civil no DF confirmou a prisão de 14 pessoas nesta manhã. Há a possibilidade, ainda não confirmada, de que presos envolvidos sejam transferidos para presídios federais.

A ação do DF é realizada, segundo autoridades locais, em parceria com as polícias de São Paulo, Goiás e Ceará. A Polícia Civil de Brasília não informou os presídios em que ocorre a operação.

Voltar ao topo