Um acidente com um veículo Chevrolet Corsa de cor preta, que invadiu um posto de combustível e se chocou contra uma bomba de gasolina, na manhã deste domingo, 7, levou a polícia a descobrir um assassinato. No porta-malas do veículo havia o corpo de um homem de cerca de 25 anos, com pés e mãos amarrados, e marca de tiros na cabeça. O condutor do veículo foi preso.

O acidente ocorreu por volta das 8h30, quando Daniel Maia de Araújo, de 33 anos, perdeu a direção do veículo e invadiu um posto de gasolina na Avenida Nelson Cardoso, na Taquara, zona oeste do Rio. Quando os policiais chegaram, Araújo tentava escapar do local.

Os policiais checaram a placa e descobriram que o veículo era roubado. Ao vistoriarem o porta-malas, encontraram o corpo. Araújo disse aos policiais que não sabia dirigir e negou participação no assassinato. Ele foi preso por receptação de carro roubado, porte de munição de uso restrito e ocultação de cadáver. Ele foi autuado na 40ª Delegacia de Polícia (Taquara).

A Divisão de Homicídios da capital abriu inquérito para apurar o assassinato. Uma perícia foi realizada no local e o corpo seguiu para o Instituto Médico Legal, para ser identificado.

Segundo testemunhas, um outro carro preto dava cobertura ao Corsa e fugiu do local logo depois do acidente. A polícia vai solicitar as câmeras das redondezas para tentar identificar o veículo.