A Polícia Civil do Rio Grade do Sul prendeu 54 pessoas na manhã desta terça-feira, 17, em operação contra uma quadrilha envolvida com o tráfico de drogas, a venda de armas e assaltos a bancos. De acordo com os policiais, o grupo agia em, pelo menos, 16 cidades do Estado.

Com os detidos, a Polícia apreendeu drogas, pistolas, revólveres e fuzis, além de carros e celulares. Segundo o delegado Mario Souza, do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), a quadrilha era bem organizada e seus membros tinham setores específicos dentro da organização como contabilidade, veículos e armas.

 

operação durou cerca de 25 meses e apontou envolvimento da organização criminosa em casos de roubos a carros-fortes e venda ilegal de veículos. Foram cumpridas mais de 100 ordens judiciais.

Reconhecimento das vítimas

O Instituto Médico Legal de Curitiba recebeu os corpos das vítimas do acidente. Porém, dos seis que morreram, apenas dois estavam com documentos. As vítimas são: quatro homens, de 49, 20, 48 e 28 anos, além de duas mulheres: de 30 e 22 anos.

Por conta disso, o IML está com dificuldades de identificar os corpos. Os papiloscopistas colheram as impressões digitais, mas não há registro no arquivo do Paraná.

Por conta disso, o IML disponibiliza o telefone para que os parentes das vítimas do acidente entrem em contato. O número é (41) 3321-8100.