A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 9, a Operação Peregrino, para a repressão do crime de pedofilia pela Internet em São Paulo. Foram cumpridos 5 mandados de busca e apreensão na Capital e em municípios da Grande São Paulo. Não houve prisões.

Os mandados cumpridos referem-se a investigações distintas, todas envolvendo compartilhamento de arquivos contendo imagens de pornografia infantil por meio da Internet. As ações ocorreram na Capital, no bairro de Santa Cecília, e na Grande São Paulo, nos municípios de Ferraz de Vasconcelos, Poá, Cotia e Santana do Parnaíba.

Foram apreendidos equipamentos de informática que serão submetidos à perícia técnica na sede da PF em São Paulo, a fim de delimitar a responsabilidade dos investigados.

A PF alerta que o mero compartilhamento de imagens pornográficas de menores, mesmo que não tenha havido abuso físico por parte do responsável pela difusão das imagens, é crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente, com previsão de pena de 3 a 6 anos de reclusão e multa.