O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, entrará de férias a partir de segunda-feira. Mas o descanso de 12 dias será interrompido nos dias 20 a 22, conforme despacho presidencial, publicado hoje no Diário Oficial da União. Os motivos serão a reunião ministerial marcada para o dia 21 e o balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O retorno do ministro ao tr.abalho está previsto para o dia 26