O Procon divulgou ontem o número de voos cancelados no mês de setembro deste ano. O levantamento, feito com base nos dados divulgados pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), apontou que a viação Passaredo teve 24% dos voos cancelados em todo o país – a maior taxa entre as companhias.

O ranking mostra que a empresa teve 456 voos cancelados, dos 1.940 previstos em todo o Brasil.

A Passaredo também atrasou 28% dos voos do mês, entre 30 a 60 minutos, referente a 416 partidas.

A segunda colocada na lista é a Pantanal, que faz parte do grupo TAM. Foram cancelados 12% dos 582 voos previstos pela empresa no período.

A Pantanal registrou 4% de atrasos de 30 minutos ou mais, segundo o Procon.

Outro lado

Em nota, a Passaredo Linhas áreas disse que os números do Procon contabilizam também atrasos e cancelamentos causados por fatores externos, como a meteorologia.

A empresa diz, ainda, que os dados do Procon consideram que a empresa opera 11 aeronaves, mas, devido a uma readequação da malha, ela opera apenas quatro atualmente.

A TAM, que controla a Pantanal, disse que “setor de aviação está sujeito às condições meteorológicas, aeroportuárias e de tráfego aéreo, que podem interferir nos índices de pontualidade e de cancelamento de voos.”