Parentes tentam liberar os corpos das quatro vítimas brasileiras que morreram em razão das enchentes que atingiram a Ilha de Sardenha, na Itália. Morreram o agricultor Izael Passoni, de 42 anos, sua mulher Cleide Mara Rodrigues Passoni, de 39 anos, além dos filhos Weriston, de 21, e Laine Kellen, de 17.

Os familiares do agricultor são de Divinolândia, no interior paulista, enquanto que os da mulher são de Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais. Ainda não há uma definição sobre onde ocorrerão os enterros e nem mesmo sobre a liberação dos corpos, mas parentes de Passoni, que residem em Divinolândia, estão em contato com o Itamaraty que auxilia nos trâmites burocráticos.

Enchente

De acordo com familiares, o agricultor estava na Itália há oito anos, onde trabalhava como jardineiro. Já o resto da família havia se mudado há cinco anos, mas todos planejavam voltar a morar no Brasil em 2014. Nesta terça-feira, 19, porém, foram surpreendidos enquanto dormiam no subsolo de uma casa na região norte da ilha. A água teria subido de repente e os quatro morreram afogados.