O vice-presidente da República, José Alencar, classificou nesta segunda-feira (3) como uma "vitória da democracia" a rejeição popular à reforma constitucional proposta pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez. "Sempre achei que a alternância de poder é um dos baluartes da democracia", observou Alencar, ao ser agraciado com uma comenda da Justiça mineira, em Belo Horizonte. "Eu recebi essa notícia como uma vitória da democracia. Uma vitória da democracia e de tudo aquilo que nós sempre defendemos, não só antes de participarmos da vida pública, como especialmente depois.

Alencar disse que ficou surpreso com o triunfo do "não" já que as pesquisas de boca-de-urna indicavam a vitória do "sim" no referendo realizado ontem. O vice-presidente só soube do resultado pela manhã ao acompanhar os noticiários da TV. "Quando deitei ontem, a notícia era de que a pesquisa de boca-de-urna dava vitória para o sim", destacou. Alencar disse ainda que acredita que Chávez irá acatar o resultado "porque é preciso que se respeite a decisão popular".