São Paulo – As temperaturas nos meses de abril, maio e junho no Sudeste e Centro-Oeste serão um pouco acima da média, mas está afastado o problema da estiagem forte porque as chuvas de janeiro garantiram o nível dos reservatórios. É o que diz o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

“Choveu bastante em janeiro, 70 a 80% acima do normal para o período. Alguns reservatórios estão com 100% da capacidade”, diz o meteorologista José Antônio Marengo. Segundo ele, os mapas meteorológicos mostram que não há mais sinal da manifestação do El Niño no Pacífico. Isso pode estar contribuindo para o maior volume de chuvas nos próximos três meses na região Nordeste (norte e semi-árido), como prevê o Inpe.

O outono na região Sul do País terá chuvas e temperaturas dentro da média, podendo acontecer um aumento das precipitações no litoral de Santa Catarina e do Paraná, por conta das frentes frias.