A Polícia Militar prendeu 61 pessoas e apreendeu 29 adolescentes em uma operação no Estado de São Paulo iniciada ontem. Também foram capturadas 28 pessoas procuradas pela Justiça.

Segundo a PM, foram abordados 15.753 veículos e 21.838 pessoas no primeiro dia da Operação Saturação. O teste do bafômetro foi feito por 1.616 motoristas, sendo dez deles presos em flagrante por embriaguez ao volante. Também foram apreendidos 31 veículos, oito armas de fogo ilegais e 1,5 kg de drogas.

A operação é um reforço nas ruas do Estado feito por 5 mil policiais que trabalham em setores administrativos. O aumento do efetivo visa melhorar o policiamento com motos, cercar áreas específicas e a prevenção de acidentes de trânsito.

A PM afirmou que os locais de trabalho mais intenso serão a Baixada Santista, Guarulhos (Grande SP), Taboão da Serra (também na Grande SP) e na zona sul da cidade.

Crimes

Na madrugada de hoje, a região metropolitana de São Paulo registrou quatro mortes. Ao todo, foram dois óbitos em Diadema, um em Barueri e um outro na região de Vila Guedes, na zona norte da capital paulista. Ao menos mais duas pessoas ficaram feridas.

Essa é a quinta noite violenta registrada desde a semana passada. O pior caso ocorreu entre a noite de segunda e a madrugada de terça-feira, quando oito pessoas foram mortas a tiros Taboão da Serra e Embu das Artes (na Grande São Paulo) após a morte de um PM.

A polícia ainda apura se os crimes estão relacionados. Ontem, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que todos os crimes registrados como resistência seguida de morte serão apurados pela Corregedoria da PM e o DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).