A organização não governamental Rio de Paz fez hoje, na praia de Copacabana, zona sul do Rio, uma manifestação para lembrar os cerca de 500 mil homicídios registrados no país nos últimos dez anos. O número foi divulgado na semana passada pelo Instituto Sangari. As informações são da Agência Brasil.

Para mostrar a questão racial da violência, representantes da ONG depositaram grãos de feijão preto e branco sobre faixas vermelhas estendidas em frente à avenida Princesa Isabel, uma das ruas mais movimentadas do bairro. Uma faixa mostrou a mensagem “Brasil: Meio Milhão de Assassinatos. Vergonha”.

De acordo com o presidente da ONG, Antônio Carlos Costa, o evento apresenta como reivindicações a reforma e a valorização da polícia, reforma do sistema prisional, estabelecimento de metas de redução de homicídios para todos os estados e transparência na apresentação das estatísticas estaduais sobre mortes violentas, além de políticas públicas para as comunidades pobres.

“É a coisa mais óbvia: qualquer entendedor de segurança pública sabe que sem essas coisas nós não vamos mudar o quadro. Sem isto, na próxima década vamos enterrar mais de meio milhão de pessoas”, ressaltou.