Uma mulher morreu após ser atingida por uma bala perdida durante confronto entre policiais militares e assaltantes na região do Campo Limpo, na zona sul da capital paulista, na madrugada desta segunda-feira, 9. Marinalva da Silva, de 39 anos, estava na garupa de uma moto, quando um dos disparos a acertou. Até o momento, ninguém foi preso.

De acordo com a Polícia Militar, os oficiais foram acionados para atender uma tentativa de furto a um caixa eletrônico, na Avenida Carlos Lacerda, por volta das 3 horas. Os policiais teriam sido recebidos a tiros por criminosos que estavam em um carro, modelo Ford Focus, e revidado o ataque, afirma a PM.

Uma nova troca de tiros aconteceu poucos metros depois, também na Avenida Carlos Lacerda, quando os bandidos tentavam fugir mas eram perseguidos pelos policiais militares. Duas mulheres, que estavam em uma motocicleta, foram baleadas. Atingida no tórax, Marinalva morreu no local.

Uma amiga dela, que dirigia o veículo, também foi atingida nas costas. Ela foi levada para o Hospital Serra Mayor, na zona sul, onde permanece internada. A PM não soube informar seu estado de saúde. Segundo a corporação, dois policiais também ficaram feridos, um deles na sobrancelha, provavelmente atingido por estilhaços de vidro da viatura, e outro na mão.

Os criminosos conseguiram fugir e, até o momento, ninguém foi identificado. As balas também danificaram estabelecimentos comerciais, que foram atingidos durante o tiroteio. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).