O ministro das Cidades, Márcio Fortes, afirmou que não se lembra de ter conversado com o lobista Sérgio Sá, supostamente envolvido no esquema de desvio de recursos públicos investigado pela Operação Navalha.

Segundo nota publicada nesta terça (12) no jornal Folha de São Paulo, a Polícia Federal gravou pelo menos três telefonemas, ainda em sigilo, que revelariam intimidade entre Fortes e Sá.

O ministro afirmou que irá divulgar uma resposta formal com relação à acusação. ?Estou levantando [as ligações], não estou identificando essa pessoa [Sérgio Sá] em nenhuma relação. Eu não me lembro de ter falado com ninguém com esse nome. Depois dou uma notícia formal.?

A Operação Navalha foi deflagrada no dia 17 de maio, quando 47 pessoas foram presas, suspeitas de participação em um esquema de fraude em licitações e desvio de recursos públicos federais, estaduais e municipais. Segundo a Polícia Federal, foram apreendidos 38 veículos, além de R$ 1,3 milhão, cerca de US$ 80,2 mil, 1,8 mil euros, 366,10 libras e valores que somam 1 mil pesos e francos.