Brasília

– O presidente nacional do PSB, deputado eleito Miguel Arraes (PE), divulgou uma nota ontem desautorizando a direção do partido em São Paulo de apoiar o governador Geraldo Alckmin (PSDB), candidato à reeleição.

No comunicado, Arraes afirma que todos os presidentes estaduais do PSB foram informados de que as decisões devem ser submetidas à homologação da comissão executiva nacional do partido. Portanto, segundo ele, a decisão tomada pela legenda em São Paulo não tem efeito. “A direção do PSB em São Paulo não estava autorizada, e continua não estando, nos termos da resolução do 8.º Congresso Nacional do PSB, a adotar tal decisão”, afirma a nota.