São Paulo – O governo do México estuda a adoção de visto de alta segurança para os brasileiros que queiram ingressar no país. Essa possível alteração nas regras – desde fevereiro de 2004 a entrada é livre -, tem como objetivo ?impedir a chegada de imigrantes ilegais e supostos terroristas?, segundo os jornais mexicanos El Universal e Reforma, que destacaram o assunto nas edições do fim de semana.

A medida de segurança faz parte de convênio entre México e Estados Unidos para conter a entrada de imigrantes e terroristas pela fronteira mexicana. Algumas dessas medidas foram postas em prática há seis meses, quando Washington doou aos aeroportos mexicanos computadores com o sistema Advantage Passenger International System (Apis), que fornece informações de todos as pessoas que chegam por avião.

Caso seja detectado que algum viajante tem relações com o terrorismo, os americanos tomam as medidas de segurança necessárias para barrar sua entrada nos EUA.

O visto especial, com validade de cinco anos, seria exigido ainda para cidadãos de Honduras, Equador, África do Sul e Guatemala, que também figuram entre os maiores contingentes de imigrantes ilegais nos EUA. O jornal Reforma informou que, em média, 50 brasileiros são presos diariamente em território mexicano.

Conforme dados do Instituto Nacional de Migração do México, nos primeiros sete meses de 2005, 10.100 brasileiros foram barrados ou detidos na fronteira com os Estados Unidos. No ano passado, esse número somou 8.500.