Trabalhadores ligados à Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM), da Central Única dos Trabalhadores (CUT), e à Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM), da Força Sindical, deverão iniciar na próxima terça-feira uma paralisação nacional para discutirem a elaboração de um Contrato Coletivo Nacional de Trabalho para o ramo metalúrgico.

De acordo com a categoria, essa ação vai ocorrer durante todo o dia e busca unificar a jornada de trabalho sem redução salarial, piso salarial único no País e combate à terceirização ilegal. "Será um dia de luta dos metalúrgicos do Brasil, que paralisarão suas atividades durante algumas horas para acabar com as enormes diferenças salariais e econômicas entre os trabalhadores em todo o país", afirmou o presidente da CNTM, Eleno José Bezerra.