Uma menina de 12 anos foi baleada e morreu na manhã desta segunda, 23, na favela Para-Pedro, em Colégio, na zona norte do Rio. A Polícia Militar fazia uma operação na comunidade quando o tiro atingiu a cabeça de Maria Eduarda Ribeiro, que foi socorrida pelo tio Silvano André da Silva, também baleado, no braço. Ela chegou morta à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rocha Miranda.

Parentes da menina acusam policiais pelo crime. O irmão de Maria Eduarda também teria sido baleado de raspão na cabeça. Em nota, a PM afirma que três policiais localizaram criminosos na localidade conhecida como Santinho, e que em seguida começou um tiroteio. Ainda de acordo com a corporação, as armas dos PMs envolvidos na operação foram colocadas à disposição da 27.ª Delegacia de Polícia, responsável pela investigação.

Após o crime, moradores revoltados fizeram um protesto na Avenida Pastor Martin Luther King. Eles incendiaram objetos e bloqueraram a pista. A PM realiza operações na favela desde 14 de dezembro.