A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira, 29, o último integrante de uma das maiores quadrilhas de roubo a banco do Brasil. José Brito Barreto de Mattos, mais conhecido como “Véio”, foi detido em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo.

Segundo levantamentos do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia Seccional de Mogi das Cruzes, Mattos fazia parte do bando liderado por Rolídio Brasil de Souza Gama, que ganhou o apelido de “Monstro” por causa da violência com que tratava suas vítimas. Ele foi preso em janeiro de 2014, quando passava a virada de ano com a família em Boiçucanga, no litoral norte de São Paulo.

Os investigadores reuniram fotos em que Mattos aparece disfarçado, com diferentes cortes e colorações de cabelo e bigode. Na mais recente, o suspeito foi flagrado na Rua Vergueiro, na capital paulista, usando boina, óculos escuros e jaqueta preta.

Segundo informações da Polícia Civil, “Véio” teria confessado participação em ao menos sete assaltos a banco, que serão apurados pelos policiais. Outros crimes estão sendo levantados pelos investigadores. Os policias também apreenderam 16 aparelhos celulares na casa do suspeito.

Mattos foi o último suspeito da quadrilha a ser identificado. O chefe do bando chegou a ser o ladrão mais procurado do Estado, com mais de 50 participações em assaltos e 45 mandados de prisão expedidos contra ele. Em uma das suas ações criminosas, praticada em 1999, foram roubados R$ 39 milhões. “Monstro” passou sete anos foragido, antes de ser capturado.