enkontra.com
Fechar busca

Brasil

Médico pega 124 anos de cadeia por pedofilia

  • Por Redação O Estado Do Paraná

São Paulo – O médico pediatra Eugenio Chipkevitch, acusado de abusar sexualmente de crianças e adolescentes durante consultas em sua clínica em São Paulo, foi condenado ontem a 124 anos de prisão, em regime fechado, e a multa de 150 salários mínimos pelo juiz Marcelo Semer, da 10.ª. Vara Criminal da Capital. É a maior pena até hoje imposta pela Justiça criminal brasileira a um acusado de pedofilia.

O juiz negou ao condenado o benefício de apelar em liberdade. A condenação de Chipkevitch foi por 11 crimes de atentado violento ao pudor, com presunção de violência, porque algumas das vítimas tinham menos de 14 anos de idade ou estavam dopadas, impossibilitadas de opor resistência; por corrupção de menores e por 10 infrações ao artigo 242 do estatuto da Criança e do Adolescente: filmar ou fotografar cenas de sexo explícito ou pornográfico envolvendo crianças ou adolescentes.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas